Fazendeiro é acusado de desmatar 1,2 hectares sem a licença ambiental





O proprietário de uma fazenda localizada em Colíder está sendo investigado pela Promotoria de Justiça Cível acusado de crime ambiental, que causou danos através do corte raso na vegetação nativa em floresta numa área de 10,2 mil metros quadrados (1,2 hectares) sem a licença ambiental emitida pela secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema)

O inquérito foi aberto após notificação da Sema. A conclusão das investigações terá o prazo de um ano.




fonte nortao noticias
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br