Animais selvagens atacam plantações de soja e milho, causando prejuízos na região Norte Araguaia





Ataques de catetos, javalis e java-porcos tem causado prejuízos em lavouras de milho em Água Boa. Nas plantações de soja, os estragos têm sido provocados pelas antas e capivaras. O presidente do Sindicato Rural na cidade, Antônio Fernandes ‘Tonico’ de Mello, informou que a entidade sindical está formatando um documento, onde constará todos os problemas enfrentados pelos produtores, a fim de pressionar o governo federal para a gravidade da situação.

Todos os proprietários rurais do município devem informar ao Sindicato rural, os danos sofridos em decorrência dos ataques, pois assim estará ajudando a Federação das Associações de Sindicatos Rurais de Mato Grosso (Famato), a criar um relatório a nível de município das perdas ocorridas. Ao relatar os ataques ao órgão, podem ser apresentadas filmagens, fotografias e laudos médicos ou veterinários, quando se tratar de ataques ao rebanho ou a pessoas.

A região do Vau dos Gaúchos foi uma das mais afetadas, para se ter uma ideia, algumas plantações de milho tiveram 20% de prejuízos. No geral foram plantados cerca de 25 mil hectares de milho, desses 1.500 foram destruídos. Dos 170 mil hectares de plantio de soja, o sindicato apurou que os danos chegam a 3%. Isso na prática significa que 5 mil hectares foram perdidos. Antônio Fernandes relatou que os animais selvagens, estão literalmente comendo o lucro do produtor rural.

Como a caça a esses animais é proibida por lei, para evitar maiores estragos, os donos das propriedades afetadas estão recorrendo a rojões e a foguetes para mantê-los longe das plantações. Alguns utilizam cães adestrados para tentar afastar os animais. Outra alternativa adotada, é realizar o plantio longe de matas, represas e nascentes, mas ainda assim, pode ocorrer ataques.

Outro munícipio da região que também sofre perdas em decorrência de ataques feitos por animais selvagens, é Canarana. Segundo o produtor rural, Geraldo Delai, os prejuízos nas lavouras de milho variam de 5% a 10%. No plantio de soja, as perdas foram de 3 a 5%. A propriedade dele fica na região da Matinha, município de Canarana.





FONTE AGENCIA DA NOTICIA

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br