Soja fecha semana em alta com demanda aquecida nos EUA





O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago registrou na sexta-feira (27.07) ganhos de 9,00 pontos no contrato de Setembro/18, fechando em US$ 9,7525 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT também fecharam a sessão com valorizações entre 9,00 e 9,25 pontos.



O mercado norte-americano da soja teve fechou a semana com ganhos nos principais contratos futuros, com grande volume semanal exportado. De acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, a tarifa de 25% imposta pela China ao grão dos EUA no começo deste mês levou o preço da commodity ao menor nível em quase dez anos. Analistas observaram que isso pode ter um lado positivo, já que os preços mais baixos atrairiam outros compradores para a soja norte-americana. 
A Consultoria AgResource destaca que a CBOT hoje disparou um movimento de cobertura das posições abertas no lado da venda, que impulsionou a recuperação expressiva das cotações futuras: “A grande diferença para este encerramento de semana para a última sexta-feira, é que a retórica de Guerra Comercial dos Estados Unidos tem perdido forças. A especulação começa a entender, e digerir com mais clareza, que os efeitos sobre o Mercado da soja agora são mais sucintos”. 
“Além do mais, as estimativas de demanda da oleaginosa estadunidense já não inclui compras expressivas provenientes da China. O USDA retirou grande parte das exportações do grão estadunidense em direção à China, nas suas projeções para a safra 2018/19, que hoje são estimadas em 55,52 MT, contra 62,32 MT nas projeções de junho - antes da inserção das tarifas chinesas de 25% sobre a soja dos Estados Unidos”, concluem os analistas. 



FONTE AGROLINK

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br