Polícia de MT dá apoio e aeronave com 300 kg de cocaína é detida no TO






Uma ação conjunta entre as polícias de Mato Grosso, Goiás e Tocantins, apreenderam uma aeronave com 300 quilos de cocaína pura na tarde desta quinta-feira (12) na zona rural de Formoso do Araguaia, na região sul do Tocantins. No avião estavam Murillo Ribeiro de Souza Costa, 32 anos, e Lucas de Oliveira Penha, 32 anos. Eles foram presos em flagrante. Segundo a Polícia Federal, a suspeita é que a droga veio da fronteira da Bolívia com Mato Grosso.

A apreensão foi feita pela Polícia Federal, com apoio da Polícia Militar do Tocantins e do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer-TO). Além disso, as aeronaves da polícia de Mato Grosso (Ciopaer-MT) e de Goiás (GRAER) também ficaram de prontidão para agir caso o avião deslocasse para os estados vizinhos.





Um dos aviões à disposição do Ciopaer era do ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (foto acima)

Segundo a Polícia Federal, a investigação começou após uma denúncia anônima. Depois disso, os policiais de Tocantins, Goiás e Mato Grosso começaram a trocar informações e a aeronave foi interceptada em um campo de pouso na zona rural de Formoso do Araguaia.

 
 
Os dois presos e a droga apreendida serão levados para sede da Polícia Federal, em Palmas, e devem responder por tráfico internacional de drogas.



Esta é a segunda grande apreensão de cocaína feita em Formoso do Araguaia. Em 2017, foram encontrados 318 quilos da droga escondidos perto de uma pista de avião, onde havia uma aeronave. Na época, um homem foi preso por tráfico de drogas suspeito de ter alugado a fazenda para o embarque da droga.

 
 
A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que a matrícula do avião apreendido não consta na base de dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) e que isso significa que ela não está regular. O setor da agência que fiscaliza as aeronaves foi informado para que tome as providências necessárias.



(Com informações do G1-TO)

MT x Fronteira

Nos últimos seis meses, de janeiro a junho, seis aeronaves foram apreendidas como parte das ações de repressão ao tráfico internacional de drogas. Estas ações resultaram na apreensão de mais de duas toneladas de entorpecentes. Os dados são do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e o trabalho repressivo foi realizado com a integração das forças de segurança do Estado, a Polícia Federal (PF) e a Força Aérea Brasileira (FAB).

O último caso de aeronave abatida em Mato Grosso ocorreu em 20 de junho deste ano, em uma região de fazenda próximo ao município de Denise (209 km a Sudoeste de Cuiabá) e vinha da Bolívia. Somente nesta operação, foram apreendidos 420 quilos de droga.
 

Criado em 2006, o Ciopaer opera em ações conjuntas com as forças de segurança, Polícia Militar (PM), Polícia Judiciária Civil (PJC), Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Politec e Detran, visando atividades repressiva, preventiva e de salvamento.

De janeiro a junto de 2018, foram realizadas pelo Ciopaer 625 horas de voo, totalizando a execução de 452 missões diversas. Ainda no semestre, 58 veículos roubados ou furtados foram localizados com o emprego da aeronave.

“Obtivemos importantes resultados neste primeiro semestre e nosso trabalho continua, no intuito de auxiliar as unidades de segurança a reduzir os principais índices criminais”, destacou o comandante do Ciopaer, tenente-coronel PM Juliano Chiroli.

O Centro Integrado atuou em 44 apoios em ocorrências, 19 buscas e capturas, 05 prisões de suspeitos, 30 localizações de veículos, 25 apoios operacionais para a Polícia Militar, 12 para a Polícia Federal e 29 da Polícia Judiciária Civil, dentre outros.

Ciopaer

As atividades do Ciopaer foram regulamentas pelo Governo do Estado em 17 de novembro de 2006, com o objetivo de centralizar em um único órgão o controle, operação e manutenção de aeronaves rotativas e de asas fixas empenhadas em atividades policiais.

Atualmente, possui o efetivo de cerca de 90 profissionais das Polícias Civil e Militar e Corpo de Bombeiros que atuam em funções como piloto, tripulante, mecânicos e serviço administrativo. Houve ingresso de 32 novos profissionais, após o investimento no curso para tripulantes em 2015, além de pilotos, equipamentos e reforço nos recursos para as operações. Em 2018 foi criada a primeira unidade descentralizada do Ciopaer no município de Sorriso. Já em junho deste ano, foi inaugurada o novo hangar do Centro Integrado, com mais de 4 mil metros quadrados.




FONTE G1TO

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br