Mercado do milho segue travado no Brasil






O mercado do milho no Brasil continua muito lento, com compradores abastecidos por algumas semanas e vendedores sem vontade de vender. De acordo com o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, isso ocorre porque os preços caíram e porque podem guardar a safra por estarem capitalizados com a soja. 


“O milho comercializado antes da colheita, em sua maioria do Centro-Oeste do país, começa a chegar aos destinos, dentro e fora dos respectivos estados, tornando a posição dos compradores ainda mais confortável e ajudando a pressionar os preços para baixo. Também a exportação se tornou mais ativa, com bons volumes sendo comercializados no interior do Centro-Oeste, embora os preços não sejam realmente altos, estando ao redor de R$ 30,00 no interior”, explica. 
No Centro-Oeste, no estado de MG, região de Patos de Minas, o preço permaneceu inalterado nesta semana em R$ 27,00/saca, mas caiu 18,18% em relação a um mês atrás. No MS o preço caiu 8% em relação ao dia anterior em Chapadão do Sul, fixando-se em R$ 23,00, cerca de 25,81% abaixo de um mês atrás. 
No MT, os preços fecharam o dia a R$ 18,75 em Sorriso, R$ 20,50 em Nova Mutum, R$ 24,0 em Cuiabá e R$ 22,50 em Primavera do Leste, com altas entre 4% e 9% em relação ao dia anterior, mas queda entre 7% e 17% em relação ao mês passado. Em GO, R$ 26,50/saca em Rio Verde, 5% a menos que o dia anterior e 22% a menos do que o mês anterior e R$ 30,00 em Goiânia, alta de 3,45% em relação ao dia anterior, mas queda de 16,67% em relação ao mês anterior. 
Na região Sul, o milho no PR subiu 8% de ontem para hoje nas regiões de Londrina e Maringá, fixando-se em R$ 33,50, embora tenham caído 20,24% em relação ao mês passado. Em SC os preços continuam elevados, a R$ 41,00 em Campos Novos (alta de 2,5% nesta quarta-feira), R$ 41,500 em Canoinhas, (inalterado) e R$ 42,25 em Mafra, alta de 1,81% no dia, mas queda de 5,59% no mês. No RS, R$ 38,75 em Passo Fundo, alta de 3,33% no dia e queda de 8,28% no mês. Em Santa Rosa R$ 39,00, inalterado no dia e queda de 4,88% no mês, mesmos percentuais para Ibirubá, onde o preço está em R$ 36,00. 



FONTE AGROLINK
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br