Mercado do milho registrou alta em maio






A previsão de queda na produção de milho na segunda safra devido à falta de chuvas em importantes regiões produtoras e a valorização do dólar frente a moeda brasileira deram sustentação aos preços no mercado interno em maio.

A greve dos caminhoneiros diminuiu a disponibilidade imediata e também colaborou com o cenário de alta de preços.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas, em São Paulo, a saca de 60 quilos fechou maio cotada em R$43,00, sem o frete.

Houve alta de 10,3% em relação a abril deste ano e a cotação do cereal foi 54,3% maior na comparação com maio de 2017.

Em curto prazo, o mercado segue em um tom mais incerto refletindo as incertezas climáticas e a menor oferta neste momento, agravada pela greve. Mas a expectativa é de que os preços cedam com o avanço da colheita da segunda safra.




fonte scot consultoria

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br