Produtores rurais de MT apoiam greve dos caminhoneiros já que alta dos combustíveis impacta o frete e o custo de produção







Antônio Galvan, presidente da Aprosoja Mato Grosso, destacou ao Notícias Agrícolas nesta quarta-feira (23) que os produtores rurais do estado estão engajados no movimento encabeçado pelos caminhoneiros contra os altos preços do combustível no país.
Ele salienta que ainda há boa parte da safra de soja para ser escoada e que seria necessário o transporte, mas que, contudo, "não tem como ser diferente" e que o movimento "deveria ser da sociedade em geral".
Já há produtores com máquina em alguns pontos do estado, de forma a engrossar o movimento. O diesel está na casa dos R$4 no Mato Grosso e a diferença deve ser expressa no frete a ser pago pelo transporte de grãos. "Fica difícil pra gente trabalhar".
Assim, ele ressalta que aqueles produtores que quiserem apoiar o movimento "que participem, que fiquem a vontade". A Aprosoja, como ele atesta, estará presente.
Funrural
Galvan está em Brasília neste momento, acompanhando de perto a modulação do Fundo de Apoio Ao Trabalhador Rural (Funrural) no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele demonstra confiança no fato de que o passivo não será mais cobrado e que os ministros devem validar o Funrural a partir da decisão do ano passado.
Por: Aleksander Horta e Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br