Líder comunitário 'abre jogo' sobre receber dinheiro de Geller e Diego para falar de prefeito






Secretário Nacional de Política Agrícola do Ministério da Agricultura Neri Geller e o vereador por Cuiabá, Diego Guimarães, ambos do PP foram acusados em mensagens no aplicativo do WhatsApp de serem supostos financiadores do então líder comunitário do Pedra 90, Mário Benevides, para difamar a gestão do prefeito Emanuel Pinheiro, nos eventos que envolvem as comunidades cuiabana. 
Na semana passada, os progressistas acompanharam o líder comunitário em agenda na Superintendência da Caixa Econômica Federal (CEF) para solicitar instalação de posto no bairro. 
Um suposto vídeo, teria mostrado Mário apontando a gestão de Pinheiro como problemática  e detonando o prefeito. Além disso, ele estaria  divulgando imagens do gestor por meio de gif's pegando um suposto dinheiro de propina. 
Mário foi acusado por até então colegas de caminhada, de ter recebido R$ 1.500 mil dos políticos citados acima, sendo R$ 750 reais de cada um. Ele não desmente, e de forma sarcástica, explica no aplicativo para uma pessoa identificada como Oziel, que tem muitas dívidas e precisa de dinheiro.
"Oziel deixa eu falar uma coisa para você meu garoto, tem outro acerto já , fica de boa, to devendo demais meu filho vou até vender o estúdio, e mudar de área bicho, está parado, eu perguntei para v6cê se tem como me arrumar 15 mil, você falou que não tem, então tem correr atrás de onde que tem bicho, eu não vou sair com uma mão na frente e outra atrás", diz provável aúdio de Mário que circula no whats.
Antes Oziel destacou a deslealdade do líder, do qual menciona ter ajudado muito. "Não tenho cargo na prefeitura para pagar de bom moço. Neste vídeo chamou todos de otário, usou todo mundo para ganhar R$ 1.500, isso é ser cidadão que vai cobrar pela população, é isso Mário. Eu fico triste com essa situação", diz em conversa.
Ele também ressalta para Mário que hoje ele será usado, e após a eleição será apenas mais um. E denuncia que ele pegou o dinheiro dos progressistas." Fica a minha indignação, um cara que eu ajudei tanto, e no fim nos usou para ganhar 1500 reais, lamentável. Não quis sair candidato, mais fez pior pegou R$ 1.500 mil, R$ 750 mil do Neri Geller e R$ 750 mil do Diego Guimarães para bater na prefeitura, acredito eu não dá para pagar sua divida né, porque vc veio me pedir R$ 15 mil".  
A reportagem ligou para as duas autoridades citadas, mas até o fechamento desta matéria não teve as ligações atendidas.





fonte muvuca popular

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br