Consumidores cobram da vigilância sanitária fiscalização em açougues de Confresa





Carne de sol ou carne seca, as duas formas de carnes desidratadas curtidas com sal são apreciadas por muitos consumidores, mas o que a grande maioria não sabe é que o alimento pode ser foco de alto índice de contaminação. Segundo uma pesquisa realizada pela USP (Universidade de São Paulo) a maior parte dos problemas relacionados à carne de sol e à carne seca é causada por manipulação e armazenamento incorretos

Apesar da pesquisa ter sido realizada em São Paulo, ela serve de alerta para a qualidade da carne de sol consumida na região, o site Agência da Notícia recebeu denúncias de açougue em Confresa que está trabalhando de forma irregular, em vídeo enviado a redação é visível a quantidade de moscas dentro do expositor de carne de sol que está em um local inadequado ficando vulnerável a poeira e dejetos.

O estabelecimento que é mostrado no vídeo fica próximo à avenida Brasil, onde tem um fluxo muito grande de caminhões com vários tipos de cargas desde os grãos até animais, o que aumenta ainda mais o risco de contaminação do alimento.

Segundo a fiscal de vigilância sanitária de Confresa açougues do município já receberam notificações por não estar de acordo com as normas ‘’ visitamos os açougues com frequência para fiscalizar como está sendo feito o processo de armazenagem e se está dentro do padrão estabelecido, quanto a carne de sol existe uma lei federal que proíbe a exposição do alimento dentro do secador, mas não é cumprido ‘’ explica.

Em entrevista com um dono de açougue que preferiu não se identificar ele relatou que o problema é que muitos açougueiros utilizam produtos impróprios para o consumo para produzir a carne seca. “Tem muito dono de açougue que, para evitar prejuízos, usa carne vencida para fazer carne de sol eu uso carne nova, igual à que é vendida para os clientes. Acho errada essa história de utilizar carne velha, sem falar que é contra a lei”, conta.

Os consumidores pedem para a vigilância sanitária intensificar os trabalhos de fiscalização e proibir que seja comercializado carnes em locais fora do padrão estabelecido pela a lei.


fonte agencia da noticia

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br