Soja: Em Canarana, produtores travam os custos e acompanham o mercado para avançar na comercialização



Na região de Canarana, os produtores rurais aproveitaram para travar os custos para a soja devido à alta nas cotações. Neste instante, os agricultores seguem acompanhando as cotações do mercado para realizar novas comercializações.  

Segundo o presidente do Sindicato Rural do Município, Arlindo Cancian, 70% das áreas cultivadas com as oleaginosas foram colhidas na região.  Além disso, em determinadas localidades os produtores estão enfrentando problemas com a colheita devido ao excesso de chuvas.

“Nós vamos ter uma média de produtividade em torno de 56 a 57 sacas do grão por hectare, na qual vamos ficar um pouco acima da temporada passada. Temos que aguardar, pois temos mais 30% para ser colhido”, afirma.

Comercialização

Na localidade, as referências reagiram devido às condições da safra da Argentina, atualmente os preços giram em torno de R$ 63,00 a R$ 64,00 a saca. “O grande problema é o nosso custo de produção que é elevado, nestes valores os produtores não ficam tão prejudicados”, diz.

Safrinha

Assim como o atraso no plantio da soja, aconteceu o mesmo com o milho safrinha que foi cultivado fora da janela ideal de plantio. Com isso, os produtores estão preocupados com ao rendimento das lavouras. “Nas temporadas passadas à média fica em torno de 80 sacas por hectare, para este ano não sabemos como vai ser. Nós tivemos negócios a partir de R$ 20,00 a saca do cereal”, finaliza.  





fonte agua boa news




    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br