Estelionatários são detidos com cheques no valor de R$ 360 mil no Araguaia, querendo comprar insumos agricolas





Ação de estelionatários foi frustrada por policiais militares do 13º Comando Regional, que efetuaram a detenção de quatro pessoas em um estabelecimento de produtos agrícolas em Água Boa, onde pretendiam aplicar o golpe. Com cinco folhas de cheques no valor de R$ 72 mil cada uma, totalizando R$ 360 mil, os quatro envolvidos pretendiam comprar insumos. O papel das folhas pertencia ao Banco do Brasil, mas a conta registrada nas mesmas era do Bradesco. Na ação, um policial quase foi atropelado e cheques de outro banco, com valores menores, foram localizado com o grupo. 

A péssima qualidade de impressão, com tinta borrada e números maiores que os originais, também denunciaram o crime.

Ao ser questionado sobre a real intenção em relação a quantia de cheques preenchidos com o alto valor, um dos suspeitos relatou que seria feita uma compra de insumos agrícolas e que estava apenas entregando os cheques enviados pelo suspeito C. A., e que receberia R$ 5 mil de J. C. S, após a entrega dos produtos.

Outro suspeito, J. L.S., disse que C. estaria nas proximidades acompanhando os fatos em carro de cor preta, com o objetivo de confirmar que tudo daria certo. Durante buscas, a polícia viu um veículo com as características informadas e circulando com os faróis apagados. Na tentativa de abordagem, o motorista fugiu acelerando contra um dos policiais, sendo necessário realizar um disparo de munição não letal para impedir o incidente.

Durante a checagem, constatou ser C., que recebeu uma ligação de Junior dizendo que estaria esperando os dois com o material que seria comprado na loja Agrovendas, num posto localizado na saída para Canarana. No local estava o suspeito J. C. S.,  em uma caminhonete. 

No interior do veículo de C. foram econtradas outras folhas de cheques falsas e artões de crédito em nome de terceiros.

Na cidade de Canarana também foram feitas diligências nas residências dos demais suspeitos, sendo encontrada na residência do C. uma agenda com diversos contatos de fazendeiros e um aparelho celular. Na casa de J. L.S, foram apreendidos dois notebooks, um aparelho celular e dois pendrives. 

Ao ser questionado quem seria o dono de um veículo modelo Fiesta, nenhum dos suspeitos se manifestou. Ao verificar os documentos e o chassi do veículo, foi constatada suspeita de adulteração no chassi. 

Dentro da carteira do suspeito J.C.S.,  havia duas folhas de cheque do Banco Sicredi, sendo um com valor R$ 14.500,00 e outro com valor de R$ 13.000,00 e diversos cartões de crédito em nome de terceiros. Os suspeitos foram detidos e encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil. 

Há indícios de que os suspeitos estavam praticando o crime de estelionato há algum tempo na região. Por conta disso, os policiais vistoriaram as residências em busca de produtos agrícolas, onde foram encontrados vários aparelhos eletrônicos sem procedência, uma munição intacta de calibre .22, uma impressora, além de diversos sacos de defensivos agrícolas, no valor aproximado de R$ 100 mil, sem procedência. Também uma motocicleta de trilha, sem informações no banco de dados, o que leva a crer que tenha sido importada de maneira irregular (contrabando) e materiais diversos de informática.




fonte agencia da noticia

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br