"Acrimat em Ação" mobiliza 1,076 mil produtores em sete municípios mato-grossense





Mais de mil produtores rurais das regiões do Pantanal e do Vale do Guaporé, no oeste mato-grossense, participaram da Rota 1 da 8a. edição do “Acrimat em Ação”. Realizado pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), o projeto traz como tema central a agregação de valor à pecuária de corte e as ferramentas existentes para melhorar a produtividade da fazenda e a qualidade da carne produzida.

Nesta primeira etapa do “Acrimat em Ação”, que passará por todas as regiões produtoras do estado em cinco rotas, foram realizadas palestras e reuniões nos municípios de Poconé, Rio Branco, São José dos Quatro marcos, Pontes e Lacerda, Vila Bela da Santíssima Trindade, Porto Esperidião, Cáceres e Araputanga. Ao todo, 1.076 produtores participaram do evento na região que representa 15% do rebanho mato-grossense, totalizado em 30 milhões de animais.

O vice-presidente da Acrimat e pecuarista da região oeste, Amarildo Merotti, destaca a importância do projeto para auxiliar os produtores que buscam melhorar os resultados da atividade e também para que a entidade tenha conhecimento das demandas da pecuária de corte.

“Com a apresentação abordamos que não produzimos só boi, mas carne e como podemos agregar valor e qualidade para concorrer as opções existentes no mercado. Além disso, podemos ouvir dos produtores como podemos dar suporte para viabilizar melhores condições para o setor”, explica Amarildo Merotti.

Este ano a palestra “Do prato ao pasto: agregação de valor à pecuária de corte” é apresentada pelo engenheiro agrônomo da Scot Consultoria, Marco Tulio Habib Silva. O tema traz aos produtores como todos os sistemas pecuários podem trabalhar para produzir carne de qualidade para o consumidor e assim melhorar os resultados de seu negócio. Da produção de bezerro à terminação de bovinos, em todas as etapas existem ferramentas e tecnologias capazes aumentar os índices produtivos e a qualidade da carne.


Na próxima semana, a partir de terça-feira (6/3), o “Acrimat em Ação” inicia a Rota 2 e percorre mais sete municípios, passando por São José do Rio Claro (6/3), Sinop (7/3), Marcelândia (8/3), Tabaporã (9/3), Juara (10/3), Brasnorte (12/3) e Barra do Bugres (13/3).

A realização do “Acrimat em Ação 2018” conta com alguns parceiros que estão presente no dia a dia do pecuarista. Como é o caso do Sistema Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (SENAR-MT) que representam os produtores de todo o estado e possibilita a capacitação técnica do setor por meio de cursos e projetos tecnológicos.

O Sicredi, cooperativa de crédito, possui linhas de créditos para o setor produtivo, incluindo a pecuária de corte, e apoia o projeto pelo terceiro ano consecutivo. De acordo com a diretoria, o projeto “Acrimat em Ação” permite uma aproximação com os pecuaristas para melhor entender as demandas e ofertar os produtos que as atendam.

O “Acrimat em Ação 2018” ainda conta com a participação do grupo Trescinco e Ariel, que disponibiliza os veículos para percorrer os mais de 10 mil quilômetros, e da Scot Consultoria.

Rotas

Para atingir todas as regiões produtoras da pecuária mato-grossense, o “Acrimat em Ação 2018” foi dividido em cinco rotas que serão percorridas ao longo dos meses de fevereiro, março, abril, maio, com encerramento agendado para o início de junho.

Na Rota 1, a equipe composta por cerca de dez pessoas passou por Poconé (19/2), Rio Branco (20/2), São José dos Quatro Marcos (21/2), Pontes e Lacerda (22/2), Vila Bela da Santíssima Trindade (23/2), Porto Esperidião (24/2), Cáceres (26/2) e Araputanga (27/2).



A Rota 2 começa do dia 06 de março, com palestra em São José do Rio Claro, depois os eventos acontecem em Sinop (7/3), Marcelândia (8/3), Tabaporã (9/3), Juara (10/3), Brasnorte (12/3) e Barra do Bugres (13/3).

Rota 3 passa por Guarantã do Norte (2/4), Colíder (3/4), Apiacás (4/4), Nova Bandeirantes (5/4), Nova Monte Verde (6/4) e Alta Floresta (7/4).

A Rota 4 tem início em Barra do Garças (23/4), Ribeirão Cascalheira (24/4), Vila Rica (25/4), Canarana (26/4), Água Boa (27/4) e Cocalinho (28/4).

A última, Rota 5, percorre o noroeste do Estado passando por Castanheira (4/5), Juína (5/5), Cotriguaçu (7/5), Colniza (8/5) e Aripuanã (9/5). O projeto é encerrado em Rondonópolis no dia 04 de junho.






fonte acrimat


    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br