Maggi teme queda de renda do produtor






O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, retomou nesta terça-feira, 30 de janeiro, o discurso de temor com relação à queda da renda do produtor rural. Durante evento em Rio Verde, GO, onde o Banco do Brasil (BB) anuncia a liberação de R$ 12,5 bilhões em pré-custeio para o financiamento da aquisição antecipada de insumos para a safra 2018/2019, Maggi afirmou que a produção brasileira cresce safra após safra, mas a renda continua recuando.
"O produtor cresce, mas a renda e as margens se mantêm diminuindo e isso é sinal de alerta", disse. "A continuar no atual ritmo, provavelmente em dois anos teremos situação de não renda", completou Maggi.
Maggi voltou a citar o projeto que tramita no Congresso que prevê a taxação de exportações do agronegócio, com o fim da isenção prevista na Lei Kandir, e mostrou a posição contrária da Pasta. "Não mexam com o agricultor porque é ele que dá sustentação para o País", afirmou.
O ministro citou a fala do presidente Michel Temer, em Davos (Suíça), de que o Brasil está voltando, mas que o setor agrícola não recuou na crise. "O Brasil está voltando e nós esperamos o Brasil voltar porque nós (agricultores) nunca saímos".
Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO



    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br