IMAmt convida para Dia de Campo







A maior parte do algodão de Mato Grosso é cultivada hoje pós-soja e, visando oferecer aos cotonicultores opções para melhorar o desempenho de suas lavouras, o Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) realizará um Dia de Campo com foco em novas cultivares de soja, no próximo dia 27 (sábado).
"Como a soja faz parte do sistema produtivo adotado pelos associados da Ampa (Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão), o IMAmt vem buscando variedades precoces de soja com tolerância a nematoides e à ferrugem asiática, e adequando este manejo a fim de maximizar os resultados", afirma Alvaro Salles, diretor executivo do IMAmt, numa referência a dois dos principais problemas enfrentados pelos agricultores.
Segundo ele, o objetivo dos trabalhos realizados pela equipe do IMAmt é apresentar novas cultivares de soja com foco no resultado final alcançado pelo produtor que adota o cultivo do algodoeiro como segunda safra. "A manutenção do sucesso dessa dobradinha, que hoje corresponde à mais de 85% da produção algodoeira em Mato Grosso, depende de contar com variedades de soja que não sejam multiplicadoras de nematoides e que também sejam o mais tolerante possível ao excesso de umidade no período de colheita", explica Salles.
José Medeiros
A programação do Dia de Campo inclui a apresentação de cultivares do IMAmt e de outras variedades em diversos arranjos populacionais, considerando os resultados positivos alcançados em experimentos realizados, que indicaram a possibilidade de se elevar em mais de 15% a produtividade e, consequentemente, a rentabilidade da lavoura.
Completando a programação do Dia de Campo, o pesquisador Edson R. de Andrade Junior do IMAmt abordará o manejo de plantas daninhas na cultura da soja, com foco no controle de tiguera de algodão em meio à soja (tiguera de algodão resistente a glifosato). Ele vai falar sobres principais herbicidas e doses a serem utilizados, e também sobre a seletividade desses produtos para a cultura da soja. Outro tema do pesquisador será o controle das plantas daninhas que atualmente apresentam maior dificuldade de manejo, como Capim-amargoso, Buva e Capim-pé-de-galinha.
O Dia de Campo acontecerá no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica Ampa/IMAmt do Núcleo Regional Norte, situado entre Lucas do Rio Verde e Sorriso, com início às 8h. A condução do evento ficará por conta da Equipe de Melhoramento do IMAmt, sob a coordenação do melhorista Alfeo Trecenti.
Serviço
O que: Dia de Campo
Onde: Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica Ampa/IMAmt do Núcleo Regional Norte, na margem esquerda BR-163, Km 726, entre Lucas do Rio Verde e Sorriso.
Quando: Dia 27 de janeiro, das 8h às 11h, com almoço no local.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação da Ampa
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br