Exclusivo: Através de visões espirituais índia afirma que irmão foi morto e está no Rio Cacau





O indígena da aldeia Hawalora do município de Santa Terezinha, Daniel Kabitchana que está desaparecido há seis dias pode ter sido morto e jogado no rio cacau a 3 km de Confresa. O mesmo foi visto por último na terça feira (16) na aldeia Urubu Branco situada no município de Confresa.

Quem afirma que ele está morto é a Irmã da vítima e também pajé Tatiane. Ela contou a equipe de reportagem da Agência da Notícia que teria feito uma meditação antes de dormir e quando ela fechou os olhos teve uma visão da suposta morte, que segundo ela aconteceu por um crime. “Eu tive uma visão, ele estava assistindo ao jogo do flamengo na quarta-feira à noite e bebendo muito em um bar na saída de Confresa, como ele estava muito bêbado um casal falou para ele que iria acompanha-lo até a aldeia Urubu Branco, como ele estava de moto era perigoso ir sozinho, então chegando no Rio cacau eles pediram para o Daniel parar, quando ele parou, os suspeitos pediram sua moto e a carteira. Daniel gritou que não tinha dinheiro, foi quando o homem pegou um ferro e bateu fortemente na nuca dele, e depois jogou no rio’’ afirma a irmã da vítima que teria visto estas cenas em uma meditação, ela afirma ser médium.

Daniel havia saído de sua aldeia que fica em Santa Terezinha com destino a Confresa, em uma motocicleta Honda Titan, cor prata. Durante o trajeto ele parou na casa da sogra na aldeia Urubu Branco, onde dormiu, na tarde do dia seguinte por voltas das 14:00 seguiu viagem, desde então não foi mais visto.

Os familiares de Daniel estão procurando ele no Rio Cacau, segundo sua irmã que afirma ter visto a cena de um crime, eles não sairão de lá enquanto não encontrarem o corpo, já que a jovem afirma que o índio está morto.

A irmã do índio desaparecido afirma que teve um outro índio de Santa Terezinha que teve a mesma visão, porém ele não deu o endereço onde estaria o corpo, porque ele cobra para dar as informações.

A Polícia também estava indo para o local para fazer o acompanhamento do caso.




fonte agencia da noticia

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br