Piora na relação de troca com o milho em setembro






As exportações aquecidas, a ponta vendedora retraída e as expectativas de redução da área plantada na safra de verão 2017/2018 dão sustentação aos preços do milho no mercado brasileiro.

No Paraná, segundo dados do Departamento de Economia Rural (Deral), a área de milho deverá diminuir 33,0% na primeira safra (2017/2018), frente ao ciclo anterior, perdendo espaço para a soja.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, na região de Campinas-SP, a saca de 60 quilos está cotada em R$29,50, para a entrega imediata, sem o frete.

Houve alta de 15,5% em relação à média de agosto deste ano. Entretanto, na comparação com setembro de 2016, o milho ainda está custando 26,7% menos este ano.

Considerando a praça de São Paulo, atualmente é possível comprar 4,88 sacas de milho com o valor de uma arroba de boi gordo.

Os recuos no preço da arroba do boi gordo e a alta do milho prejudicaram a relação de troca para o pecuarista em setembro. O poder de compra em relação ao insumo diminuiu 7,7%, frente a agosto deste ano.

Mas ainda assim, está 28,9% melhor na comparação com setembro do ano passado. Isto significa uma saca a mais adquirida com o valor de uma arroba de boi gordo. A expectativa é de preços firmes e em alta para o milho neste semestre e começo de 2018.




FONTE SCOT CONSULTORIA

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br