Motoristas gastam até 4 horas em trecho de 120 km da BR-158 no Norte Araguaia




Um trecho de 120 km de estrada de chão vem tirando literalmente o sono dos motoristas que percorrem o trajeto entre o entroncamento do Luizinho ao Posto do Arnon. A BR-158 a mais importante rodovia do Norte Araguaia sofre com a falta de investimentos público.

Os motoristas de carretas que precisam passar pelo trecho relatam as más condições em que a estrada se encontra especialmente entre o antigo e extinto Posto da Mata ao Alô Brasil, os buracos são inúmeros e muitas “costelas de vaca” fazem com que a viagem dure até 4 horas.

Além da má condição de conservação do trecho a poeira é outra agravante que ajuda a piorar a situação da mais importante rodovia para região Norte Araguaia.

Em conversas com o engenheiro da empresa SEMEC responsável pela manutenção no trecho, Sandro Herter, informou que está sendo feito um parolamento no trecho e posteriormente será feito o encascalhamento da estrada.

Segundo Sandro, as máquinas estão trabalhando entre o trecho do Posto da Mata ao Alô Brasil e que os trabalhos também dependem das condições do tempo. “ Estamos trabalhando o mais rápido possível para evitar que com as chuvas deixe a rodovia intrafegável, assim que for feito o patrolamento a estrada será encascalhada” concluiu Sandro.



fonte agencia da noticia


    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br