Três integrantes de Movimento Sem Terra são presos após roubo em fazenda






Dois homens e uma mulher pertencentes a um grupo do Movimento Sem Terra (MST) foram presos na última quarta-feira (13), suspeitos de um roubo em uma propriedade rural localizada na Linha 8, em Cujubim (RO), no Vale do Jamari. De acordo com a Polícia Militar (PM), quatro suspeitos invadiram a fazenda, agrediram a vítima e ainda o ameaçaram caso não abandonasse a área.
Conforme o boletim de ocorrência, o Grupo de Operações Especiais (Goe) da PM se deslocaram a fazenda após serem informados do roubo e no local, a vítima de 34 anos relatou que quatro suspeitos em posse de armas de fogo invadiram a propriedade, lhe agrediram com coronhadas na região da cabeça, roubaram objetos da casa e o ameaçaram caso ele não abandonasse a localidade.
Diante dos fatos, os policiais realizaram buscas pela região e a cerca de cinco quilômetros da sede da fazenda, avistaram o acampamento dos suspeitos. Ao perceberem a presença da polícia, os dois homens e a mulher tentaram fugir pelos fundos da cabana, mas foram capturados momentos depois. Com eles, a polícia encontrou uma espingarda e um revólver calibre 38.

Suspeitos fugiram da cabana mas foram capturados pouco tempo depois (Foto: PM/Divulgação)
Ao efetuar buscas no acampamento, o Goe localizou uma espingarda, um revólver calibre 38, duas balaclavas, dois rádios transceptores, roupas camufladas, um motosserra, 11 munições de calibre 20, seis munições de calibre 32, quatro munições de calibre 28, 13 munições de calibre 38, uma munição de calibre 30, uma câmera fotográfica, um porta carregador de pistola e um par de luvas, além de motocicletas sem placas.
 
Segundo a PM, os objetos estavam sendo utilizados para efetuar crimes e ameaçar os moradores da região. “Os criminosos utilizavam os rádios transceptores tanto para ouvir a comunição da polícia quanto para se comunicaram entre eles, para cometer os crimes. As motos encontradas foram identificadas pela vítima do roubo cometido pelo grupo horas antes”, afirma o tenente da PM, Dênis Patrício.
Os policiais retornaram à fazenda para solicitar o auxílio de uma caminhonete para remover as motocicletas utilizadas pelos criminosos, mas ao retornar ao acampamento, se depararam com outros suspeitos no local que retiravam as motos.
Ao ver a presença policial, os suspeitos trocaram tiros com a polícia. Os infratores correram por uma mata e fugiram do local.
Os dois jovens, sendo um de 18 anos e outro de 21, e a mulher de idade não informada receberam voz de prisão pelos crimes de roubo, porte ilegal de arma, ameaça e descumprimento de ordem judicial. O trio foi encaminhado para a Unidade de Segurança Pública (Unisp) de Cujubim.



FONTE JARU ONLINE
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br