Encontro discutiu questões relacionadas a Brucelose em Confresa, governo preocupado





Pecuaristas de praticamente todos os municípios da região Norte Araguaia participaram no último dia 21 de setembro de um encontro no sindicato rural de Confresa, em pauta, questões relacionadas a Brucelose, uma vez que as autoridades estão preocupadas com os baixos índices de imunização. 

O evento foi promovido pela Famato e o Indea. De acordo com as instituições existem altos índices de prevalência de brucelose bovina de Água Boa em direção a Vila Rica. Isso levou a uma mudança de comportamento dos pecuaristas que passaram a usar o RB51 nas fêmeas de três a oito meses e nas de 2 meses, antes de entrarem no período de reprodução.

O evento contou com a presença de técnicos e médicos veterinários que orientaram os pecuaristas. Entre os participantes, produtores da região de São José do Xingu, assim como o secretário municipal de Agricultura, Fernando Tulia, que conversou com a reportagem do Agência da Notícia.

"É uma situação que preocupa, mas com certeza, esse encontro foi um marco que mudará, para melhor, muitas coisas em nossa região. A pecuária é extremamente importante para nossa economia e não podemos ficar vulneráveis", destacou o secretário.

Ainda estiveram no evento o senhor Francisco de Castro, que é vice-presidente da Famato. Ele destacou que a dose da vacina RB51 é cara e por isso encontra resistência de alguns produtores, mas que é preciso proteger o que há de mais valioso em uma fazenda, que é o rebanho.

Hoje o Ministério da Agricultura não exige a vacina com esse medicamento, apenas o B19.




fonte assessoria
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br