Dificuldade na venda de carne alonga as escalas dos frigoríficos





De maneira geral, o cenário ainda é de firmeza no mercado do boi gordo, mas as vendas de carne perderam o ímpeto do começo do mês e as escalas de abate evoluíram.

Embora a oferta de boiadas ainda seja restrita, é o consumo limitando as valorizações, impondo restrições à conjuntura de alta e já imprimindo algum ajuste negativo às referências de algumas praças.

Em São Paulo, muitas indústrias estão trabalhando com ofertas de compra menores que a da última semana.

Mas, este cenário não é comum a todo o país. A arroba no Sul de Goiás, por exemplo, que entre o começo de agosto e a última semana acumulava valorização de 14,3%, subiu mais R$3,00 na última terça-feira (12/9). Em Minas Gerais, o cenário do mercado também é de alta. Ao todo, foram seis as praças com valorizações.

O movimento de alta nestes meses finais de ano, sazonalmente é decorrente da oferta menor e valorização da carne bovina.

https://www.scotconsultoria.com.br/bancoImagensUP/170913-news-noticias-1.jpg 


fonte scot consultoria

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br