Acionistas querem trocar nome da Amaggi para desvincular de Blairo




Os acionistas das empresas Amaggi buscam formas de evitar que os negócios do conglomerado sejam atingidos com as acusações de corrupção envolvendo o ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP).
Conforme o jornal O Estado de São Paulo, "empresas familiares atingidas pela Lava Jato têm sido aconselhadas a trocar de nome, tirando referência aos sobrenome de seus donos", o que estaria sendo discutido pelos Maggi.
Blairo Maggi foi delatado pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB) em diversos esquemas de corrupção no Estado e também nas delações de executivos da JBS, cobrando propina para favorecer a empresa. Na quinta-feira passada (14), a Polícia Federal vasculhou apartamentos dele e a sede da Amaggi. O ministro nega todas as acusações.
A Amaggi é controlada pelo ministro, quatro irmãs e a mãe, Lúcia Maggi.



fonte reporter mt

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br