Violência no campo e roubo de gado trazem prejuízo e medo a pecuaristas





Pecuaristas de várias regiões do país sofrem com os frequentes os casos de roubos de gado. O Globo Rural conferiu como está a situação em três estados: Goiás, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Só no RS, prejuízo chega a R$ 70 milhões aos produtores. Goiás criou a primeira Delegacia de Repressão aos Crimes Rurais. Na região de Uberaba, no Triângulo Mineiro, só este ano foram 109 furtos e roubos de gado.
Furtos são ignorados pela polícia, dizem produtores rurais
Segundo a Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul, o roubo de gado causou um prejuízo de mais de R$ 70 milhões aos produtores do estado.
O seu Etevaldo Galiberti, 78 anos, é uma das vítimas da violência no campo. Ele tem um sítio de 12 hectares em Arroio Teixeira, no litoral norte gaúcho. Em um ano, ele teve dez vacas roubadas e acabou desistindo da pecuária. “É um sentimento grande. Porque quem gosta faz porque gosta, né? E quando não pode mais fica difícil né, um sentimento de perda de uma coisa que sempre gostei desde novinho”, diz ele.
Veja a notícia na íntegra no site do Globo Rural
Tags:
 
Fonte: Globo Rural

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br