Soja reage aos últimos números do USDA de condições das lavouras e opera em queda em Chicago





Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago voltam a recuar de forma expressiva nesta terça-feira (1) depois que o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) surpreendeu o mercado e revisou para cima o índice de lavouras de soja em boas ou excelentes condições em 2 pontos percentuais para 59%. 
Assim, por volta de 8h10 (horário de Brasília), as cotações recuavam entre 13,50 e 14,25 pontos, com o novembro/17 já sendo negociado a US$ 9,93 por bushel. 
A revisão foi uma surpresa para os traders, que esperavam a manutenção dos números ou até mesmo uma nova baixa. E além desses dados, o mercado se depara ainda com previsões de chuvas para os próximos dias no Corn Belt, as quais poderiam amenizar a situação de seca em algumas regiões produtoras. 
Ao passo em que as condições climáticas continuam a ser acompanhadas de perto, o mercado também já se prepara para o novo reporte mensal de oferta e demanda que o USDA traz no próximo dia 10, onde serão atualizadas suas estimativas de produtividade. O atual número esperado pelo departamento é de 48 bushels por acre, e analistas nacionais e internacionais já não apostam mais nessa média.

Tags:
 
Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br