Roubo de Madeiras





Uma ação integrada entre órgãos estaduais e federais foi deflagrada no Assentamento Ena, no município de Feliz Natal (a 538 km de Cuiabá). Nas primeiras 24 horas já foram cumpridas 9 mandados de busca e apreensão e 5 prisões. Entre as prisões está a de Gelson Fistarol, diretor de uma cooperativa que ordenava as regras dentro do assentamento, que conta com 360 lotes. Segundo denúncias, os seguranças agiam com abuso de autoridade.
Outras 4 pessoas detidas foram identificadas como seguranças contratados pela cooperativa. Os presos vão responder pelos crimes de roubo, formação de quadrilha e usurpação de função pública. Junto com os presos foram apreendidas 4 armas de fogo e um celular roubado. A questão que envolve a propriedade é a extração ilegal de madeiras. Diante das denúncias recebidas, o secretário Adjunto de Integração Operacional da Sesp, Gustavo Garcia, determinou estudo aprofundado dos conflitos e o início da operação.
“Estamos reforçando a segurança no local e vamos seguir com as investigações da denúncia que chegaram até a Secretaria de Segurança Pública. É muito importante a integração destas unidades para a tranquilidade do local”.
O delegado Regional de Sinop, Sérgio Ribeiro, disse que segundo relato de um dos moradores, um segurança roubou sua arma e um celular.
“Foram retiradas várias armas de circulação e parte dos produtos de roubos foi encontrado na propriedade de Gelson, que também abrigava os seguranças. O celular roubado na noite anterior a operação, foi encontrado já formatado. Temos informações que os vigilantes faziam busca e revistas nas famílias de maneira ilegal”, afirmou.
O comandante da Polícia Militar de Sinop, coronel PM Valter Razera, disse que esta cooperativa atendia anseio de alguns moradores e a sensação era de medo. “Os seguranças agiam com abuso de poder e deixavam as famílias desestabilizadas. Com esta ação conseguimos retomar o espaço e garantir a segurança”, atestou.
A operação foi deflagrada na manhã de segunda-feira (29). Participaram da Operação a Polícia Militar (PM), Polícia Judiciária Civil PJC), Polícia Federal (PF) e Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). 



fonte SESP/MT

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br