Conhecido produtor rural de Tangará da Serra se envolve em confusão com garota de programa em Cuiabá.






Influente empresário rural de Tangará da Serra, depois de tomar todas, saiu de uma badalada casa de eventos de Cuiabá acompanhado de uma garota de programa. A intenção era terminar o programa de sábado em um motel. A moça se recusou acompanhá-lo porque seria comprometida e seu tempo já estava ultrapassado.
Insatisfeito, o bacana começou a ofender a garota que queria receber seu michê de acompanhante. “Não vou pagar nada, não fizemos nada, só bebemos”, gritava enfurecido o tangaraense. “Você não fez porque não quis; eu estava à sua disposição. O problema não é meu. Passei a noite contigo e quero o combinado”, retrucou a garota.
Sem acordo e com os ânimos alterados, alguém chamou a polícia. Para não ser conduzido à delegacia, o otário que não dispunha de espécie no bolso, passou o cartão no estabelecimento, onde já é conhecido pela gastança, pegou R$ 1 mil, entregou para a donzela que tomou um taxi e seguiu seu destino.
O artista de Tangará da Serra, com o rabo cheio de cachaça, que não pegou ninguém, seguiu para um famoso hotel da Getúlio Vargas, onde vai curar a ressaca e refletir sobre a lição que recomenda comer antes de beber. Ele fez o contrário, se ferrou. Ah, este blog dispõe de imagens e áudios do balacobaco. 


fonte abronca popular

    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br