Blairo lidera ao Governo; Taques é 2º e detém a maior rejeição






Faltando 13 meses para as eleições gerais, o nome do ministro Blairo Maggi (Agricultura), que comandou o Estado por quase 8 anos, é hoje o mais lembrado nas intenções de voto para o Palácio Paiaguás, seguido pelo governador Pedro Taques, pelo ex-prefeito cuiabano Mauro Mendes e pelo senador Wellington Fagundes. Em outros cenários, o presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Antonio Joaquim, o senador Wellington Fagundes e o ex-senador Jayme Campos também pontuam.
O levantamento foi feito pelo MT-Dados Pesquisa e Marketing entre 28 de julho e 4 deste mês. O instituto ouviu 3.057 pessoas em 45 municípios de sete regiões. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos.
Como o quadro é de completa indefinição sobre eventuais candidaturas à sucessão estadual, o MT-Dados apresentou, na pesquisa estimulada, sete cenários, alternando nomes de alguns virtuais concorrentes. Traz ainda simulações de confronto, num espécie de duelo de segundo turno, e ainda mostra como estão as intenções de voto na espontânea e o índice de rejeição.
Numa possível disputa entre Blairo (PP), Taques (PSDB), Mauro Mendes (PSB), Wellington (PR) e Jayme (DEM), o ex-governador e hoje senador licenciado lidera com 18,06%. Taques seria o segundo colocado, com 9,78%, empatado tecnicamente com Mendes (9,36%), enquanto Wellington (6,44%) e Jayme (5,92%) vêm "na cola". Se o embate fosse entre Blairo, Taques, o procurador Mauro de Lara (Psol) e o petista Lúdio Cabral, o ministro também venceria. Nesse caso, ficaria com 18,22% (ver cenário 7).
municipios pesquisados mt dados
Os municípios acima onde o instituto MT-Dados fez o trabalho de campo
Sem Blairo no páreo, a liderança passa a ser de Taques, que pretende buscar a reeleição. Conforme mostram os cenários 2, 3, 5 e 6, o governador ficaria com percentuais entre 14% e 16%. O adversário que hoje incomodaria o tucano, conforme mostra a pesquisa, seria Mendes. No duelo, ambos aparecem empatados tecnicamente.
Na espontânea - situação em que o entrevistado revela o nome de preferência sem auxílio de uma lista com os possíveis candidatos -, Blairo figura com 6,84%, empatado tecnicamente com Taques (3,43%). Mendes vem em terceiro com 2,85% e, Jayme, com 1,50%. Nesse caso, os indecisos somam 81,98%.
Rejeição
Quanto à rejeição, o nome de Taques lidera de forma disparada. Perguntados sobre em quem não votariam de jeito nenhum, 46,82% apontaram o nome do governador tucano. A segunda maior rejeição é de Blairo, com 16,35%, seguida de Jayme (11,58%), de Lúdio (8,25%) e de Wellington (4,92%). Os menos rejeitados são Antonio Joaquim, que ainda não definiu que partido se filiar, e o procurador Mauro, ambos com 1,90%.


fonte rdnews
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br