Maggi desconhece delação de Pedro Nadaf e repudia atos para manchar sua imagem



O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, enviou nota à imprensa na tarde de hoje, 5, onde afasta qualquer possibilidade de sua participação em atos ilícitos como homem público e empresário. 

A manifestação ocorreu após a divulgação de trechos de um acordo de colaboração premiada firmado pelo ex-secretário na gestão Maggi, Pedro Nadaf. Ele atuou frente as pastas de Desenvolvimento do Turismo e, posteriormente de Indústria e Comércio durante o governo Maggi (2003/2010).  A delação foi homologada no dia 10 de março perante o Supremo Tribunal Federal (STF). Além do ex-governador, o deputado federal Carlos Bezerra (PMDB) também foi citado como integrante de esquemas de corrupção. 

Ele ainda repudiou a tentativa de envolvimento de seu nome em crimes e asseverou que desconhece o teor da delação premiada.

Ainda em nota, o senador licenciado ressaltou  que está absolutamente tranquilo, pois confia na apreciação imparcial dos órgãos responsáveis pela apuração dos fatos e no Poder Judiciário.


Veja a íntegra da nota:

"O  ministro Blairo Maggi informa não ter conhecimento ainda do teor do acordo de colaboração premiada firmado por Pedro Jamil Nadaf, porém afasta, desde já, qualquer possibilidade de sua participação em atos ilícitos como homem público e empresário, repudiando qualquer tentativa contrária a isso.
Ressalta ainda que está absolutamente tranquilo, pois confia na apreciação imparcial dos órgãos responsáveis pela apuração dos fatos e no Poder Judiciário".




fonte olhar direto
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br