Suspeito de matar fazendeiro é liberado em MT depois de ser preso com faca e sapatos sujos de sangue





Um dia após a detenção, o suspeito de roubar a caminhonete e atear fogo na casa do fazendeiro Elizeu Lacerda, em Porto Esperidião, a 358 km de Cuiabá, foi liberado nessa terça-feira (27) por falta de ligações concretas com o crime. Segundo a Polícia Civil, a principal suspeita é de que o homem de 28 anos tenha cometido o crime com ajuda do irmão.
O delegado do município, Miguel Macario, informou que a prisão só pode ser decretada, de fato, se houver provas técnicas. 
Um exame de DNA também será realizado para comprovar se o sangue encontrado na faca e nas vestes do homem são, de fato, de Elizeu Lacerda. Um laudo confirmando a identidade da vítima deve ser emitido em 30 dias.

O crime

O corpo do fazendeiro foi encontrado carbonizado na noite de domingo (25) na fazenda de propriedade dele, que fica a 10 km da fronteira com a Bolívia, e pertencia ao pecuarista.
O suspeito foi preso pelo Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e pela Polícia Civil às margens da BR-174. Com ele foi apreendida uma faca, supostamente usada para matar a vítima. O suspeito tinha vestígios de sangue no calçado.
Vizinhos viram a casa em chamas e acionaram o Gefron e a Polícia Civil. Uma equipe da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi até o local e analisa as circunstâncias do crime. As testemunhas, no entanto, de acordo com o Gefron, não viram a vítima ser morta.
Testemunhas também viram um homem passando por uma estrada vicinal de acesso às propriedades rurais, dirigindo a caminhonete, uma Hilux de cor prata, em direção à Bolívia.
A caminhonete do fazendeiro foi localizada pelos policiais do Gefron na manhã desta segunda-feira (26), na zona urbana de Porto Esperidião. O veículo estava sem uma roda dianteira.


fonte g1mt
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br