Pecuarista acusado de homicídio é preso em Jaru



Policiais militares cumpriram na noite desta segunda feira (26) um mandado de prisão em desfavor de André Lopes Moura, pecuarista popularmente conhecido como Jatobá.

Sua prisão preventiva foi representada junto a justiça pelo delegado de polícia civil Dr. Salomão de Matos em face da investigação que apura a execução de Aldair Borges de Freitas, popular Polaco ocorrida em 11 de julho 2016, no Jardim dos Estados.

A execução teria sido motivada em decorrência de furto de armas em meados de maio de 2016, na Fazenda Jatobá situada próximo ao 5º BEC.

O pecuarista considerado foragido da justiça, teve inicialmente seu veículo, uma Toyota Hilux preta, abordado na BR 364 quando transitava em companhia de um homem sentido Ouro Preto/Jaru. A abordagem foi feita por um policial rodoviário federal que no momento hesitou em realizar sua detenção, devido efetivo reduzido e periculosidade da ação, no entanto comunicou a Policia Militar repassando as características do veículo, uma equipe da Policia Militar em deslocamento pela rodovia se deparou com o veículo denunciado em cima da ponte do Rio Jaru, os PMs convergiram a viatura e conseguiram interceptar a Hilux com apoio de outra guarnição na Rua Rio de Janeiro, esquina com Adolpho Rohl.

Ambos ocupantes não ofereceram resistência, porém foram impedidos de continuar uma ação que visava destruir dois aparelhos celulares que estavam em seu poder e podem conter informações que os incrimine, sendo um Iphone 5 que ficou totalmente destruído, e um Iphone 7 que sofreu danos parciais, contudo permaneceu funcionando.

Uma busca minuciosa foi realizada no interior da Hilux no intuído de encontrar armas, porém sem êxito.
Jatobá recebeu voz de prisão e foi encaminhado juntamente com o veículo e seu companheiro para a delegacia de Polícia Civil, após adoção dos procedimentos legais o pecuarista foi entregue a Casa de Detenção Local, onde permanecerá a disposição da justiça.

Seu companheiro foi liberado por não haver nada contra ele, a caminhonete que possui placas de Brasília, ficou apreendida para maiores averiguações.

Investigadores da Policia Civil ressaltaram a dificuldade em obter dados armazenados nos Iphones, informando que os aparelhos terão que ser encaminhados para capital para recuperação de informações.

Fonte:Jaru Online
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br