Mercado de reposição em ritmo de espera



Não há novidade no mercado de reposição, que continua com poucos negócios e baixa movimentação.

Com o mercado do boi gordo em baixa, os pecuaristas ainda seguram suas boiadas no pasto e, dessa forma, a reposição do rebanho não acontece.

Na média de todas as categorias de machos e fêmeas anelorados pesquisadas pela Scot Consultoria, as referências recuaram 0,2% na semana.

O que vale ser ressaltado é a oferta que vem aumentando gradativamente. Dessa forma, pouco a pouco, as cotações estão sendo pressionadas.

Esta pressão ainda só não é maior devido à capacidade de suporte das pastagens, que diante das boas condições climáticas deste ano, mesmo em junho, ainda se mostram com bom vigor. 

Com isso o criador ainda consegue manter seu rebanho e, de certa forma, procura resistir à pressão do mercado.

Para o invernista que pretende repor seu rebanho, vale se atentar ao mercado para realizar negócios pontuais. 

Para o curto prazo, fica a expectativa quanto à resposta de preços da reposição, considerando uma possível maior movimentação neste mercado, fruto de uma oferta crescente de boiadas terminadas (negociações de troca) e da piora dos pastos.

https://www.scotconsultoria.com.br/bancoImagensUP/170509-news-noticias-3.jpg 


fonte scot consultoria
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br