Em alvorada Peão morre apos ser pisoteado por touro em primeira montaria da noite






O peão Ademyr Lemes Almeida, de 24 anos, que morreu após ser pisoteado por um touro durante uma apresentação de rodeio na sexta-feira (23), no distrito de Terra Boa, em Alvorada do Oeste, a 470 km de Porto Velho, foi homenageado durante a competição nesse sábado (24). Toda a diretoria da festa entrou um pano preto amarrada no braço, simbolizando luto e os competidores carregaram um banner com mensagem “Vai com Deus Boiadeiro! ”. O tradicional “desafio do Bem”, arrecadou mais de mil e trezentos reais para doação à família do cowboy morto na arena. O corpo do peão foi enterrado na tarde do mesmo dia, naquele município, onde ele morava com a família.

Ademyr, mais conhecido como “Ademizinho”, foi pisoteado na cabeça depois de cair do touro chamado “Urso Branco”, enquanto competia no rodeio. O animal, segundo a organização do Rodeio, pesa cerca de 1,2 toneladas. Ademirzinho não se mexeu após cair e ser pisoteado, não resistiu e morreu.

Neste sábado, durante a competição, a organização da festa fez uma homenagem ao peão. Toda a diretoria entrou na arena com um pano preto amarrado no braço. O locutor Deivson Bezerra chamou todos os competidores para o recinto do rodeio e fez uma prece, pedindo proteção aos cowboys e salva vidas do rodeio. Um dos competidores carregava um banner em homenagem ao peão morto na arena. O público, no entanto, aplaudiu o gesto, também em forma de homenagem.

A ideia de homenagear o peão foi dos organizadores da exposição agropecuária daquele município. A diretoria do parque também visitou a família e acompanhou o velório.





fonte alvonoticias
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br