Operação conjunta combatem o desmatamento ilegal na Reserva indígena Uru-Eu-Wau –Wau



O Núcleo de Operações Aéreas (NOA) da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) em operação conjunta em apoio ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), empregou o seu efetivo e o helicóptero Falcão 02 (AS 350 B2), pela segunda vez, em mais uma missão preventiva e repressiva de combate a crimes ambientais no Parque Nacional dos Pacaas Novos e Reserva indígena Uru-Eu-Wau –Wau.

Em ambas as operações, as ações contaram com o apoio da Companhia de Operações Especiais (COE), Batalhão da Polícia Ambiental e 1º batalhão da Polícia Militar, além da Polícia Federal, Ibama e Funai.

As reservas estão localizadas nos municípios de Monte Negro e Campo Novo de Rondônia, onde estavam sendo alvo de madeireiros cometendo crimes ambientais. O voo de patrulhamento e fiscalização ambiental na região contribuiu para que fossem localizados e destruídos pela equipe de solo da Força Tarefa, maquinários utilizados no desmatamento ilegal, foram localizados também vários barracos utilizados pelos criminosos, além de vários pontos com madeiras cortadas e prontas para serem retiradas da reserva.

O Parque Nacional de Pacaás Novos é uma das mais importantes unidades de conservação da região. Abriga, nos seus 764.801 hectares, importante fauna e flora, além de patrimônio cultural indígena.

Segundo o major PM Carlos Lopes Silva, comandante do NOA, a operação com uso de helicóptero, além de facilitar a visualização dos ilícitos, agiliza a abordagem e possíveis autuações, haja vista a facilidade de pouso deste tipo de aeronave.

“Com a ampliação da área de patrulhamento, os órgãos de fiscalização pretendem identificar, em menos tempo, as áreas de desmatamento e garimpos ilegais”, destacou o Maj PM Lopes.

O NOA realizou somente no ano de 2017, cerca de 167 horas de voo, com o Helicóptero Falcão 02, nos mais diversos tipos de operações, com ênfase em apoio em ocorrências policiais, reintegração de posse, fiscalização ambiental e resgate, atuando também em missões no interior do Estado e em Apoio a Órgãos, Federal e Estadual. O NOA tem se tornado referência em suas ações, pois possui um Programa de Qualificação periódico de seus integrantes, operando a cerca de 7 anos sem qualquer tipo de incidente ou acidente aeronáuticos, a equipe integrada do NOA tem mostrado um alto grau de profissionalismo, sendo a equipe formada por Pilotos, Tripulantes Operacionais Multimissão, Mecânicos e Apoio de Solo, oriundos da Polícia Militar e Polícia Civil.

Fonte:SECOM
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br