Difícil é pouco: É assim a vida dos transportadores de grãos do Norte Araguaia.



Em roda de conversas dos motoristas que transitam pelo Norte Araguaia é comum ouvir indignações pelas condições das principais estradas da região, buracos, atoleiros, pista escorregadia e pontes ameaçadoras. São alguns dos perigos enfrentados todos os dias pelos motoristas, principalmente os que carregam grãos rumo aos armazéns de commodyties e aos portos da região norte.

Com a diminuição do nível de chuvas dos últimos dias o sofrimento não chega a ser minimizado, pois diminuiu a lama, mas agora entra no lugar muitos buracos e poeira.

O Site Agência da Notícia procurou alguns motoristas para saber como está a situação enfrentada diariamente pelos caminhoneiros e ouvimos dezenas de relatos indignados quanto a despesa e constrangimento que a má conservação das vias causa no transporte de cargas.

“Companheiros caminhoneiros reforçaram o estoque de água e comida nos caminhões porque senão passa fome atolados ou quebrados nas rodovias, sem auxílio de quem deveria cuidar das estradas é preciso contar com a ajuda dos outros companheiros”, disse Cleiton Freire, motorista de transporte de grãos.

Segundo algumas empresas, rotas por estradas consideradas de difícil tráfego estão sendo evitadas devido ao desgaste no veículo pelas condições da via, ocasionando um alto custo de manutenção dos veículos, sem falar nos riscos enfrentados.

“Não consigo entender como nós motoristas conseguimos sobreviver aqui na região, é muito risco, lugares difíceis, buracos, atoleiros e diversas outras dificuldades, precisamos que apareça alguém com uma solução” Finalizou o Motorista Cleiton Freire.





FONTE AGENCIA DA NOTICIA
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br