Chuvas 'levam' estradas e deixam em alerta 41 cidades de Mato Grosso



Um total de 41 municípios de Mato Grosso estão em situação de alerta por conta das chuvas e sofrem prejuízos  para o escoamento da safra e atendimento a estudantes da rede pública em razão da precariedade das estradas. A informação é da Secretaria de Cidades (Secid), que mantém equipes da Secretaria Adjunta da Defesa Civil em visitas aos municípios para orientar os gestores quanto aos procedimentos a serem adotados em decorrência das intempéries, que ainda devem continuar nos primeiros dias do mês de março.

A região do Araguaia é uma das que mais sofre em decorrência do mau tempo. Municípios como Santa Terezinha, Santa Cruz do Xingu e Confresa já apresentam dificuldade para a locomoção do transporte da soja. Crianças da área rural que não conseguem ir até as escolas considerando que os ônibus não estão conseguindo transitar nas estradas cheias de lama, segundo a Defesa Civil de Mato Grosso. Do total de cidades em alerta, pelo menos 34 integram essa região.

De acordo com a pasta, até o momento, apenas o município de Campo Novos dos Parecis (a 444 km de Cuiabá) decretou situação de emergência e teve a condição reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional por conta do alagamento registrado no início deste mês, que resultou em mais de 700 famílias desalojadas.

Os moradores de Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu e Santa Terezinha estão isolados já que por causa das chuvas foram levados aterros e cabeceiras de pontes. Por conta da situação precária, a Defesa Civil irá vistoriar nos próximos dias as cidades de Rio Branco, Salto do Céu, e Colniza.




FONTE OLHAR DIRETO
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2015. Mídia Rural - Todos os Direitos Reservados
Um Projeto: Du Pessoa© Web Sites e Marketing Digital (69) 9366 7066 WhatsApp* | www.dupessoa.com.br