Abrapa participa de almoço com presidente interino Michel Temer




A Abrapa, e outras entidades do agronegócio, tiveram a oportunidade de apresentar as demandas do setor, junto ao presidente interino Michel Temer, durante almoço promovido pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), nesta terça-feira (12). Também participaram os ministros, Blairo Maggi, da Agricultura, Gilberto Kassab, de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, e Geddel Vieira Lima da Secretaria de Governo. “O encontro foi muito positivo para todo o agronegócio. Temer demonstrou muita consciência da necessidade do campo de ter mais liquidez em suas atividades e sinalizou seu reconhecimento para nós que, hoje, o setor é o mais importante do país”, destacou o presidente da Abrapa, João Carlos Jacobsen.
Na ocasião também foi entregue ao presidente Temer uma carta com as principais pautas da frente (confira abaixo na íntegra). O texto enaltece e reconhece constitucionalmente a gestão do interino, levantando temas considerados estratégicos para o agronegócio como o licenciamento ambiental, a aquisição de terras por estrangeiros e a regularização fundiária, que evoca a questão Indígena e Quilombola, assim como problemas relacionados a assentamentos com finalidade de reforma agrária.
 
 
 
O documento, assinado pelo presidente da FPA e deputado federal, Marcos Montes (PSD-MG), também elogia a escolha da equipe econômica e cobra o fortalecimento de políticas publicas de apoio à assistência técnica, extensão rural e agricultura familiar. “A nova administração federal tem legitimidade constitucional e conta com comprometimento de uma equipe econômica competente. A FPA acredita na capacidade para reorganizar aspectos macroeconômicos essenciais para que, a partir de reformas estruturais, possamos readquirir a confiança do setor privado, retomar investimentos e recolocar o Brasil na trajetória do crescimento”, relata a bancada ruralista no documento.
Responsabilidade com o setor
Temer se comprometeu a tratar os temas levantados com atenção e revelou que as demandas relacionadas ao licenciamento ambiental estão sendo tratadas pelo ministro do Meio Ambiente José Sarney Filho, que já apresentou para ele um projeto que altera a legislação. “O presidente se comprometeu em tratar os temas em questão com muito carinho e os indicativos são de desdobramentos brevemente. Temos o apoio do ministro Blairo Maggi que tem grande capacidade, prestígio e conhecimento da agricultura. O primeiro gesto do presidente Temer foi elevar o Ministério da Agricultura ao patamar de primeira linha dentre os outros setores do governo, a partir disso estaremos atentos para cobrar as reinvindicações”, pontua Jacobsen.
O presidente da Abrapa pondera que o almoço foi bastante produtivo para debater os principais entraves que afetam o setor e demonstrar o apoio do presidente, com previsões otimistas para o agronegócio. “O presidente Temer foi bastante cauteloso ao reconhecer a interinidade do governo dele, portanto, têm tentado atender às nossas reinvindicações de uma forma clara e transparente. A partir do momento que seu governo for efetivo, estamos certos de que ele poderá tomar medidas mais duradouras e que possibilitem os avanços necessários para o progresso do setor”, diz Jacobsen. 



Fonte ABRAPA
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br