Usina Termoelétrica do Norte Araguaia é aguardada com expectativa por todos



Em 18 de maio do ano passado o Secretário Estadual de Desenvolvimento, Eduardo Moura, confirmou a construção da Usina Termoelétrica de abastecimento do Norte Araguaia, na cidade de Querência. O Secretário falou na época que, a determinação do Governador Pedro Taques e os representantes da Energisa, empresa fornecedora de eletricidade ao Mato Grosso, que a produção de energia começaria em fevereiro de 2016, na ocasião Eduardo Moura destacou que o Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico, ligado ao Ministério de Minas e Energia, emitiu o parecer favorável para o inicio das obras com a previsão de atingir cerca de 70 milhões. O Ministério de Minas e Energia determinou a instalação da Central Geradora Termelétrica em Querência para atender à região Nordeste de Mato Grosso. O prazo para instalação é de 90 dias. A determinação do Ministério de Minas e Energia foi publicada no Diário Oficial da União, que circulou no dia 22 de julho. Na publicação o Ministério declara “Reconhecer, de forma excepcional e temporária, a necessidade emergencial de geração de energia elétrica no montante de 20 MW, no Município de Querência, Estado de Mato Grosso”. O local de instalação estava sendo disputado também pelos municípios de Porto Alegre do Norte e Vila Rica, mas Querência foi escolhida de forma técnica, por já possuir uma estrutura que pode ser aproveitada. A usina termoelétrica funcionará através da queima de óleo diesel devendo gerar uma potência de 20 Megawatts que, em conjunto com os demais investimentos previstos, são suficientes para suprir a demanda das regiões médio e norte Araguaia, no momento, e completa os investimentos da Energisa no linhão que envolve a duplicação da rede de Ribeirãozinho a Nova Xavantina e Água Boa, do Compensador Sincro-dinâmico em Confresa e do incentivo às duas redes básicas federais, do rio Teles Pires a Canarana e do Sul do Pará a Vila Rica. Inauguração O prefeito de Confresa Gaspar Lazzari que também é o Presidente da Associação dos Municípios do Araguaia – AMA, fala que já foi feita a cobrança do funcionamento e segundo ele nesse momento só falta à inauguração e segundo ele com o inicio das operações da termoelétrica vai acabar com as quedas de energia. O Secretário de Desenvolvimento Regional do estado Eduardo Moura explica que será montado o estabilizador que será montado em Confresa com um investimento de R$ 33 milhões, segundo ele este mês a usina deve entrar em funcionamento. Outra novidade que o secretário anunciou é que uma empresa procurou a Prefeitura de Bom Jesus para reativar a Usina Hidrelétrica da Bordolandia que tem capacidade de alimentar os municípios de Bom Jesus, Serra Nova Dourada e Novo Santo Antonio, e garantiu que com isso o Norte Araguaia não vai perder investimento por falta de energia, destacou que é um novo Mato Grosso que quer dar oportunidade a todos e cuidando do pequeno produtor rural. Eduardo Moura destacou a reestruturação da Empaer e de programas de alimentação para que possa colocar as pessoas na dignidade do trabalho e pela primeira vez segundo o secretário fez um levantamento sobre a agricultura familiar, para ele o pequeno produtor é prioridade. Fonte Agencia da Noticia
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br