MP acompanha CPI que apura possível formação de cartel dos frigoríficos



O Ministério Público do Estado de Rondônia está acompanhando o andamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instalada na Assembleia Legislativa para apurar a possível formação de cartel por partes dos frigoríficos no Estado. A informação foi confirmada pelo procurador geral de Justiça, Airton Pedro Marin Filho, durante reunião na manhã desta terça-feira (23), com o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PP), e com o presidente da CPI, Adelino Follador (DEM). O secretário geral do MP, Jesualdo de Farias, também participou do encontro. “É importante que o MP esteja acompanhando o desenrolar da CPI, vendo as informações que são apuradas, para que, se necessário, tomar alguma medida na esfera judicial”, destacou Maurão. Airton Marin disse que o Ministério Público está acompanhando, mas que o trabalho deve ser conduzido pelos parlamentares. “Estamos atento ao desenrolar dos fatos, mas não é a nossa intenção interferir na CPI, de forma alguma. Esse é um trabalho exclusivo dos parlamentares, e aguardamos informações que a Comissão possa apurar, para possíveis ações do MP”, explicou. Follador afirmou que a CPI busca informações para apurar a queda no preço da arroba do boi em Rondônia. “A queda brusca na arroba levou prejuízos aos produtores, especialmente os pequenos, que sofrem com o aumento dos insumos e vendem o gado a preços cada vez menores”, observou. A CPI se reúne todas às segundas-feiras, às 16h no Plenarinho da Assembleia. Além de Adelino, integram a Comissão os deputados, Ribamar Araújo como vice-presidente; Lazinho da Fetagro (PT), como relator, e José Lebrão (PTN) e Laerte Gomes (PEN), como membros.   ALE/RO - DECOM - [Eranildo Costa Luna] Foto: Marisvaldo José 
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br