Aumentam custos operacionais do sistema de engorda em MT



O custo operacional efetivo (COE) e o custo operacional total (COT) do sistema de engorda do gado no Estado caíram 1,70% e 1,57%, respectivamente, entre o 2º e o 3º tri/15. Os números são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), que no último boletim, aponta que “esta redução ocorreu mesmo com cenário geral de elevação, inclusive de 11,43% nos gastos com suplementação alimentar”. De acordo com o Imea, no entanto, “a desvalorização de 4,45% na aquisição de animais, que soma a compra dos animais em si mais os gastos com comissões e transporte, acabou contribuindo para o decréscimo de maneira geral, tendo em vista sua representatividade de 57,74% no COT”. Da mesma forma, de acordo com a entidade, “o preço da arroba diminuiu 5,00% no mesmo período, passando de R$ 133,87 para R$ 127,17. Com isso, apesar do menor desembolso do “invernista” no último trimestre, a margem bruta (receita – COE) diminuiu 20,62%, o que deve ligar o alerta do produtor nesse fim de ano”.   Fonte: Só Notícias/Agronotícias/Weverton Correa (foto:assessoria/arquivo)
    Comente usando o Google
    Comente usando o Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2018 Mídia Rural. Todos os Direitos Reservados
Du Pessoa Agência Digital (73) 9 8888 1488 WhatsApp www.dupessoa.com.br